Restaurantes e comércio voltam a sofrer restrição com plano de ação da Região das Missões

Restaurantes e comércio voltam a sofrer restrição com plano de ação da Região das Missões

As regiões que se encontram em situação de alerta de aumento de transmissão do coronavírus e óbitos em decorrência do vírus, têm até esta quinta-feira (20) para apresentar os planos de ações visando diminuir o alastramento da pandemia.

As regiões apontados pelo Governo do Estado são Santo Ângelo, Cachoeira do Sul, Cruz Alta, Passo Fundo e Ijuí. Até ontem, apenas a região de Santo Ângelo, o qual São Borja faz parte, havia encaminhado a proposta para análise do Governador Eduardo Leite.

De acordo com informações da Rádio Gaúcha, o plano que deve ser seguido pelos 24 municípios pertencente à região, estipula restrições no atendimento de restaurantes e comércio. Com relação aos restaurantes, só poderão funcionar até às 21h durante a semana e aos sábados até às 14h. O comércio poderá atender nos horários normais durante a semana, e aos sábados, apenas até o meio dia. No domingo, apenas serviços essenciais poderão funcionar. A região também limitará a ocupação de igrejas e templos a 20% da capacidade total. 

As novas restrições começam a valer a partir desta sexta-feira, dia 21, de acordo com o Assessor Jurídico da Prefeitura de São Borja, Marcos Rogério dos Santos.

O prefeito de São Nicolau, que responde pela Associação dos Municípios das Missões, Ricardo Klein afirma que fiscalização também será reforçada.

— Vamos contar com o apoio da Brigada Militar e os fiscais das prefeituras. No entanto, o proprietário do estabelecimento também será corresponsável para o cumprimento das regras. Precisamos evitar as aglomerações — reforçou o prefeito.

Além disso, a maioria dos municípios suspendeu as aulas presenciais. Apenas 10 cidades seguem com as atividades de forma presencial, entre elas, o município de São Borja.

Comentários