Gaúcha de São Borja morre com a filha em desabamento provocado pela chuva em Florianópolis

Gaúcha de São Borja morre com a filha em desabamento provocado pela chuva em Florianópolis

Foto: Defesa Civil SC

Duas pessoas morreram no início da tarde do último domingo, (24) após um deslizamento de terra e desabamento de um muro na região do bairro Saco Grande, em Florianópolis. As vítimas são mãe e filha: Ana Cristina Martins Lopes, 49 anos, natural de São Borja, na Fronteira Oeste, e Letícia Lopes Machado, 21 anos, natural de Florianópolis.

Por meio das redes sociais, o prefeito de Florianópolis Gean Loureiro (DEM) confirmou as mortes. Ele também anunciou que, devido às fortes chuvas na cidade, a prefeitura decretou situação de emergência. Ao todo, duas pessoas estão desabrigadas e 20 estão desalojadas devido às fortes chuvas. Desde o início da manhã, foram registradas cerca de 30 ocorrências na capital catarinense, entre alagamentos, deslizamentos e transbordamentos de córregos. De acordo com o prefeito, foram registrados 393mm de chuva nas últimas 96 horas e 130 mm nas últimas 12 horas.

O bairro Lagoa da Conceição, em Florianópolis, já está embaixo d’água após o rompimento de outra lagoa na região. Casas e carros foram atingidos e a Avenida das Rendeiras está interditada. O Corpo de Bombeiros faz o resgate dos moradores que ficaram ilhados. A Defesa Civil de Santa Catarina mantém o alerta em “muito alto” para alagamentos e deslizamentos na Grande Florianópolis e na Região Sul do Estado. “Existe a possibilidade do quadro se intensificar com acumulados de 50 milímetros até o final da noite”, afirmou a instituição.”

Comentários