Com recurso negado, região de Santo Ângelo permanece em bandeira vermelha

Com recurso negado, região de Santo Ângelo permanece em bandeira vermelha

O mapa definitivo da 28ª rodada do Distanciamento Controlado terá, a partir desta terça-feira (17/11), sete regiões em bandeira vermelha (risco epidemiológico alto). Isso porque o Gabinete de Crise deferiu, nesta segunda-feira (16/11), quatro pedidos de reconsideração enviados por municípios e associações regionais. Assim, o Rio Grande do Sul fica com sete regiões em bandeira vermelha e 14 em bandeira laranja (risco epidemiológico médio). As bandeiras da 28ª semana são válidas até as 23h59 de segunda-feira (23/11).

Os pedidos de reconsideração das regiões Covid de Porto Alegre, Passo Fundo, Guaíba e Caxias do Sul foram aceitos pelo Gabinete de Crise. Na análise, a equipe técnica rejeitou os pedidos das regiões de Novo Hamburgo, Santo Ângelo e Santa Rosa, que permanecem na bandeira vermelha, ao lado de Capão da Canoa, Canoas, Cruz Alta e Ijuí, que não entraram com recursos.

Das 21 regiões Covid, apenas Uruguaiana, Bagé e Guaíba não aderiram ao sistema compartilhado. As outras 18 já adotam protocolos alternativos às bandeiras definidas pelo governo – Cachoeira do Sul, Canoas, Capão da Canoa, Caxias do Sul, Cruz Alta, Erechim, Ijuí, Lajeado, Novo Hamburgo, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Santo Ângelo e Taquara.

Alteradas regras de retorno e manutenção
das atividades presenciais em escolas

O Gabinete de Crise definiu, nesta 28ª rodada, uma alteração nas regras a respeito da abertura das escolas e manutenção das atividades presenciais nos colégios. A partir de agora, uma semana em bandeira vermelha não é suficiente para que a escola já aberta interrompa as atividades. Será necessário que a região ingresse na segunda semana consecutiva em bandeira vermelha para que as escolas não possam abrir em uma região ou, se já abertas, devam fechar. E quando a região retomar a classificação de laranja e amarela, as aulas presenciais podem ser retomadas imediatamente naquela semana (antes precisaria aguardar mais uma rodada).

Assim, nesta 28ª rodada, as regiões de Cruz Alta, Ijuí e Santo Ângelo seguem impedidas de manter atividades presenciais nas escolas, uma vez que foram novamente classificadas como bandeira vermelha.

As regiões de Novo Hamburgo, Santa Rosa, Capão da Canoa e Canoas foram classificadas em bandeira vermelha, mas, devido às novas regras, ainda podem manter abertas as escolas. Caso a classificação em bandeira vermelha se mantenha na 29ª rodada, as aulas devem ser interrompidas.

Vale lembrar que eventos de grande porte só podem ocorrer em municípios que autorizaram e que estão no processo de retomada escolar. A condição foi estabelecida como forma de elencar uma prioridade na retomada de atividades.

As atividades presenciais nas escolas de Educação Infantil foram retomadas em 8 de setembro. No dia 21 de setembro, foi a vez das instituições de Ensino Superior, Ensino Médio e Ensino Técnico. O Ensino Médio estadual iniciou o retorno em 20 de outubro, e as demais etapas (Ensino Fundamental) puderam ser retomadas em 28 de outubro.

Comentários