Região de Santo Ângelo permanece em bandeira vermelha

Região de Santo Ângelo permanece em bandeira vermelha

O governo do Rio Grande do Sul divulgou, nesta segunda-feira, que irá manter as regiões de Cruz Alta, Ijuí e Santo Ângelo em bandeira vermelha na 27ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado. As áreas foram consideradas no mapa preliminar como alto risco epidemiológico para contágio do coronavírus.

O gabinete de crise indeferiu os dois pedidos de reconsideração enviados por Ijuí e Santo Ângelo após análise. Cruz Alta não contestou a classificação preliminar. 

Segundo o governo estadual, os recursos foram indeferidos por causa de significativa piora em diversos indicadores da macrorregião Missioneira, mas igualmente nos números locais das regiões de Ijuí e Santo Ângelo. Ainda que a ocupação de leitos esteja relativamente baixa, se percebe um número crescente e mais elevado em relação a semanas anteriores, de acordo com o Comitê de Dados.

A vigência da 27ª rodada começa a partir da meia-noite desta terça-feira, quando completa seis meses do Distanciamento Controlado, que entrou em vigor no dia 10 de maio, e segue até a segunda-feira, dia 16 de novembro. 

As 16 regiões em bandeira laranja são: Cachoeira do Sul, Canoas, Capão da Canoa, Caxias do Sul, Guaíba, Lajeado, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Palmeira das Missões, Pelotas, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Taquara e Uruguaiana. Bagé e Erechim foram classificadas com a bandeira amarela. 

Comentários