Corsan fará trabalho social sobre esgotamento sanitário em São Borja

Corsan fará trabalho social sobre esgotamento sanitário em São Borja

Nesta quarta-feira, dia 5, a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) deu ordem de início para o Trabalho Técnico Social (TTS) que será promovido em São Borja, em razão das obras de ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) no município. Celebrado em evento online, por meio de uma videoconferência, o ato contou com a participação do prefeito Eduardo Bonotto, do diretor-presidente da Corsan, Roberto Barbuti, do diretor de Expansão da Companhia, Julio Hofer, assim como outras autoridades.

O diretor Julio Hofer, que conduziu o evento, destacou a iniciativa da Corsan em buscar soluções para as demandas da sociedade, realizando obras que, apesar do transtorno temporário, trarão benefícios permanentes. O presidente Roberto Barbuti salientou o impacto social e ambiental das obras da Corsan: “o tratamento de esgoto gera relevantes melhorias para a população, mas demanda obras que eventualmente trazem desconforto durante a sua execução. O TTS busca esclarecer para as pessoas o que é feito e quais os benefícios, representando uma comunicação transparente sobre as ações da Companhia”.

Representando a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), o coordenador da Assessoria Técnica do órgão, Guilherme Souza, frisou que o fortalecimento da Corsan é uma prioridade do Governo do Estado: “há um plano de negócios robusto sendo executando, com ações de curto, médio e longo prazo que visam entregar mais saúde e bem-estar aos gaúchos”. Disse que os investimentos da Companhia se somam a iniciativas da Sema como a elaboração do Plano Estadual de Saneamento e do Plano de Revitalização de Bacias Hidrográficas.

O prefeito Eduardo Bonotto comemorou o início dos trabalhos: “este era um pleito que vínhamos solicitando e está sendo atendido. Tão importante quanto executar as obras é conscientizar a população. As melhorias em esgotamento sanitário representam um legado que será deixado para a comunidade são-borjense. Estamos caminhando para um futuro digno, com melhorias em saúde, qualidade de vida e desenvolvimento socioambiental”. Ao fim do evento, a gestora do Departamento de Trabalho Técnico-Social da Corsan, Alice Cardoso, apresentou o cronograma e o funcionamento das ações que ocorrerão em São Borja. 

O trabalho representa um investimento de R$ 490,5 mil e será desenvolvido pela Devir – Assessoria e Gestão Eireli em bairros da região nordeste da cidade, entre eles Paraboi, Betim, Pirahy e Tiro. A empresa contratada elaborará um diagnóstico da população beneficiada pela obra, realizará atividades ao longo da execução desta e também fará a mobilização para incentivo às ligações ao SES quando a instalação já estiver operando. O TTS refere-se à implantação de mais de 40 mil metros de redes coletoras, três estações de bombeamento e suas linhas de recalque e mais de 3 mil ligações prediais, que foram iniciadas no primeiro semestre de 2019. Nesta fase da expansão do SES, serão beneficiadas 8,7 mil pessoas, e, com essas obras, a Corsan vai ampliar a cobertura de esgoto de 23% para 53% no município.

Os serviços de TTS serão realizados acompanhando o andamento das obras. Com a conclusão destas, a notificação aos clientes para que se conectem ao sistema é feitas por etapas, que serão definidas pela unidade local da Corsan. O TTS acompanhará a comunidade até a conclusão das notificações, esclarecendo possíveis dúvidas e fornecendo orientações. Sobre as obras já executadas em alguns bairros do município, a companhia  informou que para dar funcionalidade às obras já feitas nos bairros do Passo e José Pereira Alvarez, precisa que sejam licitadas as obras referentes às elevatórias 1, 2 e 3, o que está previsto para ocorrer ainda neste ano.

Fonte: Assessoria de Comunicação Corsan

Comentários